.

Delegacia de Homicídios diz que tráfico provoca mortes de moradores de rua

Divulgação

O coordenador da Delegacia de Homicídios da Capital, Eduardo Mero Campos, apresentou à Defensoria Pública dados sobre as investigações e esclareceu que não existem indícios da atuação de grupos de extermínio nas mortes de moradores de rua em Maceió. Para ele, a motivação para os homicídios estaria relacionada a diversos motivos, sobretudo, tráfico de drogas.
A Defensoria Pública do Estado se reuniu com o coordenador da especializada para conversar sobre o andamento das investigações relacionadas aos homicídios das pessoas em situação de rua ocorridos nos últimos meses em Maceió. 
De acordo com o delegado, foram 24 os crimes de homicídios onde vítimas seriam pessoas em situação de rua. A Delegacia apurou que, desses, 17 vítimas estavam efetivamente em situação de rua. Entre os 17 inquéritos, 8 já foram concluídos e os autores identificados.
Na oportunidade, o defensor público geral do Estado, Ricardo Melro, reafirmou a importância de dar uma resposta aos crimes envolvendo a população de rua. 
"Há interesse da população de rua em saber as motivações desses assassinatos. Importante ressaltar que não há consenso sobre a motivação nem entre os representantes do movimento de rua. A reunião esclareceu vários pontos e mostrou que os inquéritos não estão parados. Alguns já foram concluídos. As apurações continuam e nós manteremos os contatos necessários para acompanhar as respectivas conclusões", expôs o defensor geral. 
Do que foi exposto pelo coordenador da Delegacia de Homicídios, Ricardo Melro afirma que, por ora, não há necessidade de delegado especial. "Continuaremos acompanhando", pontuou.
Gazeta Web
Delegacia de Homicídios diz que tráfico provoca mortes de moradores de rua Delegacia de Homicídios diz que tráfico provoca mortes de moradores de rua Reviewed by Noticias Online on 30 janeiro Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.