.

Secretário não descarta prisão de mais servidores por crimes fiscais

Divulgação

O secretário Especial da Receita Estadual, Luiz Dias de Alencar Neto, afirmou à imprensa nesta manhã que não estão descartadas novas prisões de servidores públicos ligados ao esquema criminoso de fraude fiscal desbaratado nesta quarta-feira (31). Segundo ele, os investigadores devem se debruçar, a partir de agora, sobre a documentação apreendida com os suspeitos para verificar a extensão dos crimes.
Luiz Dias Neto disse que a Secretaria de Estado da Fazenda vem acompanhando as investigações e lembrou que o órgão é um integrante do Grupo de Atuação Especial em Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Conexos (Gaesf).
"A razão de existir desse grupo é o combate à sonegação fiscal. Durante as investigações, acabam aparecendo servidores públicos envolvidos e lamentamos muito que isso aconteça, mas essa é uma ação necessária para reestabelecer a concorrência leal, para que as empresas passem  pagar tributos de forma igual. Todos os envolvidos têm assegurado o direito de defesa e eles vão poder se defender", explicou.
De acordo com ele, o trabalho de investigação tem contado com o apoio técnico da Sefaz. "O MP tem se assegurado da existência de provas que levaram à prisão dessas pessoas. Nós estamos acompanhando de perto, prestando apoio técnico quando somos convocados. Nós temos uma equipe de inteligência que presta toda a assessoria na parte de auditoria fiscal".
Sobre a participação de outros fiscais de renda, ele disse que não estão descartadas, mas ressaltou que o objetivo da operação não é perseguir servidores. "Isso [participação de outros fiscais] é algo imprevisto, porque outras investigações virão. O trabalho do Gaesf é contínuo e, quando houver indícios  e provas da participação de servidores da Sefaz, essas pessoas podem ter sua restrição de liberdade decretada. Mas é bom deixar claro que o foco não é esse, não é perseguir servidores. Temos muito servidores de bem, que fazem jus ao cargo que têm. Ou outros acabam sendo uma minoria que nós não apoiamos".
Na sede da Sefaz em Jacarecica, o promotor de Justiça Cyro Blatter explicou que as informações oficiais sobre o caso serão passadas em entrevista coletiva hoje à tarde. Segundo ele, mandados foram cumpridos em vários locais, inclusive em casas. 
"Está sendo dado cumprimento aos mandados da 17ª vara criminal, às buscas e apreensões. Ainda vamos juntar toda essa documentação. Basicamente, a operação está apurando crimes tributários e eventual corrupção de agentes públicos. é nessa linha que a polícia judiciária e o MP estão trabalhando", concluiu.
Gazeta Web
Secretário não descarta prisão de mais servidores por crimes fiscais Secretário não descarta prisão de mais servidores por crimes fiscais Reviewed by Noticias Online on 31 janeiro Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.