.

Lula inocente, agora só pensa em 2022



Um dos primeiros gestos do ex-presidente Lula ao deixar o cárcere na Polícia Federal de Curitiba, nesta sexta-feira (8), foi segurar uma faixa com os dizeres “Lula é inocente”. Antes, porém, ele beijou a amada e futura “conja”, a socióloga Rosângela Silva.
O gesto do ex-presidente de segurar a faixa “Lula é inocente” se repetiu no palco da Vigília Lula Livre, após agradecer à militância os 580 dias que permaneceram ali sob sol, chuva e frio.
Pois bem, embora tenha dito que não tem “ódio no coração”, o petista não aliviou para o presidente Jair Bolsonaro (PSL).
Segundo o ex-presidente Lula, citando o IBGE, depois que ele preso, depois que eles roubaram do Haddad, o Brasil não melhorou, o Brasil piorou.
“O povo tá passando mais fome, o povo tá desempregado, o povo não tá com trabalho de carteira assinada”, discursou. “O povo tá trabalhando de Uber, o povo tá trabalhando de entrega de pizza, o povo tá trabalhando sem o menor respeito. E ainda ontem eu vi a notícia de que não vai ter aumento do salário mínimo nos próximos dois anos”, sinalizou para os 40 milhões de precarizados.
Para a classe média também houve um recado: “E além disso, depois do Brasil ter tido um ministro da Educação da qualidade do Haddad, colocaram um ministro da Educação da grosseria desse ministro, que tenta destruir a nossa universidade.”
O ex-presidente Lula jurou ontem que não tenho mágoa dos policiais federais e dos carcereiros na Superintendência da Polícia Federal.
“Eu tenho é vontade de provar que esse país pode ser muito melhor na hora que ele não tiver um governo que minta tanto pelo Twitter como o Bolsonaro mente, que tenha coragem de conversar com o seu povo as soluções para os problemas do país”, concluiu.
Todos os três discursos públicos de Lula, horas depois de deixar o cárcere, sinalizaram que ele é candidatíssimo à Presidência da República em 2022.
Lula inocente, agora só pensa em 2022 Lula inocente, agora só pensa em 2022 Reviewed by Noticias Online on 09 novembro Rating: 5
Tecnologia do Blogger.